No mundo atual de tecnologia, agora é mais importante do que nunca preparar os alunos para o futuro. O ensino de robótica para jovens estudantes durante toda a escolaridade pode aumentar a capacidade de serem pensadores criativos e inovadores e membros mais produtivos da sociedade. Muitos governos já reconheceram a importância da robótica na sala de aula e começaram a criar programas e leis que a incorporariam ao seu sistema de ensino público. Ao ensinar aos alunos o básico da robótica, podemos abrir um mundo totalmente novo para eles e oportunidades emocionantes às quais eles não teriam acesso de outra forma.

1. Uma Introdução à Programação

Aprender a programar um computador é uma excelente habilidade para aumentar a probabilidade de os estudantes conseguirem um emprego e ganhar mais dinheiro durante a vida. Ensinar aos jovens estudantes o assunto abstrato da programação pode ser um feito desafiador. A programação geralmente é muito complexa para a maioria dos alunos entender. A robótica é uma introdução mais simples de entender e mais tangível à programação.

Quando os alunos programam robôs físicos, é mais fácil para eles ver o que dá errado à medida que aprendem o que os robôs podem ou não fazer. Eles aprendem as habilidades necessárias para criar instruções precisas e precisas e se divertem enquanto aprendem lições valiosas. O ensino de robótica nas escolas oferece aos alunos a oportunidade de atender à crescente demanda de ensino de disciplinas STEM(Science, Technology, Engineering e Mathematics /Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, em português) enquanto aprendem como ciência, engenharia, matemática e tecnologia trabalham juntas e interagem.

2. Aumenta a criatividade

A robótica é um módulo de aprendizado baseado em produção. Os alunos têm a oportunidade de criar algo tangível e fazê-lo executar as ações que eles programam. Poucos campos combinam criatividade com engenharia e tecnologia – a robótica combina. Quando os alunos têm a oportunidade de criar algo interativo que acham legal, seus níveis de engajamento aumentam e eles retêm mais informações. Você pode se surpreender com o que as crianças podem criar quando recebem as informações e ferramentas certas.

3. Prepare-os para o futuro

Não é segredo que os empregos no campo de STEM são as carreiras que mais crescem e que devem crescer outros 17% na próxima década . Indústrias como a indústria de drones cresceram dramaticamente e rapidamente nos últimos dois anos. O Economist informou que mais de 15.000 drones estão sendo vendidos nos EUA e Brasil todos os meses. Indústrias em crescimento como essas precisarão de pessoas que possam ter idéias novas e inovadoras e estar equipadas com o conhecimento para projetar e criar a tecnologia necessária.

Quando todos os nossos alunos se formarem em alguns anos ou mais, mais da metade dos empregos disponíveis estará no campo STEM e uma grande parte do restante exigirá que os funcionários tenham algum conhecimento em STEM. Quando os alunos são introduzidos à robótica em seus anos escolares, eles podem descobrir quaisquer interesses e talentos que possam ter neste mercado de trabalho. Sem o conhecimento ou o acesso à educação em robótica, não há como os estudantes aumentarem o interesse nessas áreas. Sem a educação em robótica nas escolas públicas, quem sabe quantos criadores e inovadores em potencial existem que nunca tiveram recursos para realizar seu potencial.

4. Ensinar as crianças a transformar frustração em inovação

Aprender a construir e programar um robô pode ser um processo complexo e difícil. Muitos estudantes lutam primeiro com os conceitos e geralmente ficam frustrados. A robótica nas escolas pode ajudar esses alunos a transformar sua frustração em criatividade e inovação. Esta é uma lição de vida valiosa que ensina aos alunos perseverança e determinação quando confrontados com desafios. Os alunos que aprendem robótica são capazes de canalizar sua frustração para se esforçar mais e mirar mais alto. Todo o seu trabalho duro faz com que olhar para esse produto acabado seja ainda mais doce no final. Além de ensinar aos alunos que robótica os ensinam a persistir e resolver problemas, também os ajuda a aumentar seus níveis de maturidade e a prepará-los para situações do mundo real.

5. Promoção da inclusão

A robótica é um campo que é facilmente acessível a uma ampla gama de estudantes com diferentes talentos e habilidades. Estudos mostraram que os robôs fazem um ótimo trabalho ao envolver os alunos no espectro do autismo. As crianças com autismo são capazes de responder facilmente às interações consistentes, calmas e limpas que os robôs lhes dão. Robôs como ASK Milo foram desenvolvidos para ajudar os alunos autistas a aprender e entender suas emoções.

A robótica também é um campo que tem a capacidade de capacitar meninas em sala de aula. Os campos focados em STEM são tradicionalmente dominados por homens, deixando as meninas questionarem sua capacidade de programar ou construir computadores. Como o mundo da tecnologia não é aquele que se concentra ou é criado para as meninas, ao envolvê-las com robótica e tecnologia na sala de aula, podemos começar a mudar isso. Quando as meninas percebem sua capacidade de criar robôs e programar, elas são capacitadas para ter futuros bem-sucedidos e criar tecnologia inovadora.


Bruno Martins

Software Engineer Founder and Partner WHN HOST and Exclusive System Teacher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *