A Raspberry Pi abriu sua primeira loja de tijolos e argamassa em Cambridge. A “fundação” por trás do computador do tamanho de um cartão de crédito disse que espera que a loja ajude as pessoas a usar a tecnologia de ponta a ponta, experimentar a programação e ver alguns dos projetos sendo desenvolvidos pelo Pi.

A loja, localizada no shopping center Grand Arcade de Cambridge, está sendo inaugurada na cidade onde Raspberry Pi foi fundada e ainda está localizada. Assim como o kit Raspberry Pi e periféricos, a loja também venderá mercadorias e revistas Pi.

Para coincidir com a abertura da loja, a fundação também está lançando um novo kit inicial Raspberry Pi, que inclui o mais recente Pi 3 Model B +, bem como teclado, mouse, cartão SD, fonte de alimentação, cabo HDMI, estojo e um livro explicando os fundamentos do Pi. O kit de 80 libras só será vendido na loja física por enquanto, mas será lançado on-line nas próximas semanas.

O fundador e CEO Eben Upton diz que a loja foi o próximo grande passo para persuadir mais pessoas a pegar o inseto Raspberry Pi. “A loja oferece aos clientes em potencial uma chance de aprender sobre o Raspberry Pi, enquanto, ao mesmo tempo, nos dá a chance de aprender mais sobre suas necessidades.” O novo kit inicial, Upton acrescenta, foi desenvolvido para tornar mais fácil para os recém-chegados começado.

Creditos: RaspberryPI

Anteriormente, a maioria das unidades e acessórios da Raspberry Pi era vendida on-line através da loja oficial e de armazenistas como a Premier Farnell e a RS Components. No Brasil a loja oficial para comprar essa poderosa plaquinha atualmente é a filipiflop. Além de atrair novos clientes, Upton disse que a loja também pode se tornar uma maneira de interagir e desenvolver melhor a comunidade Pi online.

Fundada há seis anos, a Raspberry Pi Foundation vendeu 19 milhões de computadores de mesa única de baixo custo. A comunidade que surgiu em torno do projeto organiza regularmente eventos de Raspberry Jam para entusiastas e até lançou sua própria revista – The MagPi – que foi entregue à fundação em 2015.

Desde então, a fundação também lançou a Wireframe, uma revista quinzenal impressa e on-line de videogames, e a HackSpace, uma revista trimestral de projetos técnicos. Também publica uma seleção de guias e livros únicos.

No início deste mês, também surgiu que a forte Dennis Publishing, revista especializada em tecnologia, havia vendido dois de seus títulos amadores para Raspberry Pi. Upton disse que o acordo para o Custom PC e Digital SLR Photography foi difícil de resistir e que ambos os títulos compartilhavam “um foco na criatividade”.

Quem sabe um dia não temos uma loja dessa no Brasil, a Raspberry hoje é uma das placas mais utilizada em projetos em universidades e escolas técnicas. Temos alguns projetos sobre a raspberry em nosso blog.

Gostou do artigo??? então deixa se comentário, e visite nosso blog.


Bruno Martins

Software Engineer Founder and Partner WHN HOST and Exclusive System Teacher

1 comentário

Bárbara Lina · Fevereiro 10, 2019 às 9:04 pm

Muito interessante parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *